24 setembro 2012

Livro - Finalmente livre da compulsão alimentar

postado por Rachel


Estava pensando no que escrever sobre o livro da Renate Gockel - Finalmente livre da compulsão alimentar - mas verdadeiramente não me sinto capaz de falar sobre tudo que efetivamente me tocou. Você termina de lê-lo e é um turbilhão de emoções. Você começa a tentar montar um quebra-cabeça e, de repente, se vê bastante ansiosa em meio a tanta informação de si mesma que acabara de desvendar. Por isso acho muito importante a terapia em conjunto com esse tipo de pesquisa. Estou naquela do: "E agora, o que vou fazer com tudo isso"?

O livro traz relatos de pessoas que sofreram com a compulsão alimentar (a autora engloba nesse grupo as obesas, as bulímicas e as que se preocupam 24 horas com questões relacionadas à magreza) e mudaram seu comportamento com êxito. Não, em nenhum relato essa transformação aconteceu como num passe de mágica, mas através de momentos cruciais em suas vidas, que a autora denomina como "O TIRO DE ADVERTÊNCIA" ou seja, através de um abalo profundo. Infelizmente, na maioria das vezes, só mesmo através de um "choque", de um drama, para as pessoas mudarem. Mudar nesse âmbito dos compulsivos vai muito além de ter uma dieta embaixo do braço e de um quadro de atividade física grudado na parede. Mudar para essas pessoas, significa transformação interior, significa mudança de pensamento, de atitude, de postura diante da vida.

Segundo o livro, pessoas que sofrem deste mal podem ter as seguintes características:

* Nascem em famílias onde a individualidade não é preservada. Tudo o que a pessoa diz é errado ou tem algum defeito ou não é bom o suficiente.

* Acreditam que depois que emagrecerem suas vidas ficarão totalmente perfeitas e todos os seus problemas serão resolvidos como num passe de mágica, por isso não aceitam viver suas vidas de forma plena AGORA.

* Possuem problemas de auto-afirmação, problemas para impor limites, falta de responsabilidade com elas mesmas, comodismo, medos de todos os tipos...

* Possuem o desejo de que alguém sempre tome conta delas, se tornam muito dependentes.

* Cedem com muita frequencia às necessidades dos outros e esquecem das suas próprias necessidades.

* Querem ser perfeitos em tudo e o comportamento é sempre o famoso "tudo ou nada".

* São extremamente imediatistas em qualquer campo.

* Renunciam facilmente a sua vida pessoal e passam a viver segundo o cronograma dos pais (mesmo com idade avançada), do marido, dos filhos e não sabem dizer o que gostam e quais são seus hobbies individuais.

* Preocupação intensa com a opinião dos outros a ponto de perderem a naturalidade. Acabam fazendo favores para causar boa impressão e ter o reconhecimento do outro.

* Em vez de se colocarem, engolem a raiva e fazem tudo segundo o outro. Cultivam um senso de importância em cima dos problemas dos outros, mas não enxergam que estão adoecendo sem priorizar absoluta nada em relação a elas mesmas.


33 comentários:

  1. Oi flor
    saudadess de vc querida
    estou de volta viu amiga ?
    desejo a vc uma linda semana light

    Bjinhosss amiga

    ResponderExcluir
  2. Eu sou compulsiva desde que me conheço por gente e me encaixo perfeitamente nos itens 1,2,5,6,7 e 8, e por hora terapia ta sendo complicado pois não posso sair e deixar os vein sozinhos, fora isso trabalho ocupa o resto do tempo.. me viro como posso.. com uma crise aki outra ali..mas enfim.. vamos seguindo.. kero ler esse livro.. vou procurar..rs..bjokas lindeza e uma ótima segunda

    ResponderExcluir
  3. Olá, querida!

    Esse livro deve ser realmente muito bom mesmo. Gostei dos assuntos que ele aborda!

    =)

    Depois irei procurar pra ler por aqui também!

    Tenha uma ótima semana, recheada de sucessos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. o minha linda eu quero elr esse livro.....
    esses dias postei nomeu blog sobre as pessoas acharem que emagrecendo vão acabar com todos os problemas delas...

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Rachel, está aí um livro pra eu colocar na fila de espera para ser lido tbm, adorei a dica..., estou lendo agora o Pense Magro, o próximo talvez seja este, bejo bejo pra vc e linda semana!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Rachel me indentifiquei com esse livro acho que vou lê-lo valew pela dica, então espero que tenha uma ótima semana viu beijos.

    http://projetoemagrecergelzabedoni.blogspot.com.

    ResponderExcluir
  7. nossa um otimo post estou aqui refletindo sobre minha compulsão
    bom dia
    bjs
    http://emagrecerforcaeatitude.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi querida, você ganhou um selinho...dá uma olhada no meu blog. Beijos

    ResponderExcluir
  9. Ler sobre coisas que passamos ou estamos passando acho sempre muito bom, por isso gost tanto de ler os blogs dazamigas gordinhas!
    Sempre aprendo mais !

    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Tenha uma ótima semana amiga...Bjos

    ResponderExcluir
  11. oi querida..
    nossa que interesante, vou correr atras desse livro pelo google..
    ah tem selinho pra vc no meu blog
    beijokas

    ResponderExcluir
  12. Rachel, vocÊ fez esse post pra mim?
    Nossa, super me identifiquei.
    Beijos, estou de volta mais uma vez.

    ResponderExcluir
  13. Ola, florzinha,

    Muito brigada por dividir isso conosco. O livro deve ser bom. Vou procurar.
    Compulsão sempre foi o meu problema. Estou tentando melhorar, mas nem sempre é possível. Preciso entender melhor meus gatilhos emocionais.
    bjoca

    ResponderExcluir
  14. nossa, eu me iteressei mto por esse livro!!!!

    eu faço terapia para tentar reduzir esses momentos de auto punição, e apesar de ainda ser cedo para eu dizer q estou realmente vendo resultados complexos, eu ja me sinto mais calma. talvez o livro, junto com a terapia, e ajude!

    ResponderExcluir
  15. Guria, acabei de postar algo sobre vicio em comida.
    Sou viciada.
    Uma merda.
    Meu maior desgosto.
    Tô cansada disso.
    Não sofri nenhum drama, mas quero sair disso, eu estou suuuuuper exausta.
    Sabe aquela coisa que a gente sente? O último suspiro? Pois é, parei de sofrer por isso.
    Quero a alforria.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Oi Rachei. Leio o seu blog já há algum tempo e apesar de nunca ter comentado, sempre me sensibilizo com as coisas que você escreve. Sobre este post, achei muito interessante o livro sobre o qual você falou e me identifiquei com várias citações que fez. Além de ter sido instigada a ler o livro, resolvi voltar para a terapia, vou fazer o tratamento com uma psicologa que foi muito bem recomendada por uma amiga e que faz um preço muito bom.
    Queria agradecer a você, que apesar de nem saber da minha existência, me deu esse empurrãozinho. =)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Oi Rachel que bacana seu post.
    Passei um tempo afastada devido a problemas pessoais, mas agora estou de volta e tô começando minha RA hj.
    Passarei sempre por aqui.
    Desejo toda sorte pra ti.
    Beijinhos

    www.sesentindolinda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Obrigada Universo, se ajudei com minhas reflexões no mínimo uma única pessoa, isso já é demais para mim!!! Feliiiizzzzzz

    ResponderExcluir
  19. Amiga, que saudade de vir aqui no seu cantinho. Olha to feliz em saber que vc continua caminhando firme. Força... Bjsssss

    ResponderExcluir
  20. Nossa adorei demais.... Me encaixei demais em alguns dos tópicos.
    Vou colocar na minha lista de leituras.
    Muitos beijos e vamos que vamos..semaninha só começando.
    JU

    ResponderExcluir
  21. Ou seja, não se valorizam né?
    Muitas vezes esquecemos disso, precisamos nos amar mais e valorizar quem somos!

    Boa semana
    beijos

    ResponderExcluir
  22. Fiquei interessada em ler o livro, pois como mais por compulsão do que por fome. obrigada pela dica. Bj e ótima semana!

    ResponderExcluir
  23. preciso tanto desse livro

    ResponderExcluir
  24. foi por causa desse último ponto que eu quase sucumbi.

    parece interessante o livro, vamo ver!

    beijosss

    ResponderExcluir
  25. Oie..

    Esse livro parece bom...

    To lendo pense magro de novo...espero concluir dessa vez...

    Beijos e boa semana!"

    ResponderExcluir
  26. me senti até cutucada.. amei o q escreveu.. me identifikei bastante.. vou tentar achar esse livro na net.. sou assim desde q entrei na adolescencia.. meu espirito perfeccionista me faz desistir d tudo.. sofro mt..
    bjus

    ResponderExcluir
  27. ei rachel, me identifiquei com muita coisa que vc escreveu, com certeza és uma grande inspiração para mim, gosto de uma boa história... obrigada pelo blog e por saber que não estou sozinha nessa luta contra a obesidade... lindo post!! vamos rumo aos dois digitos?! rs

    beijos =)

    ResponderExcluir
  28. Humm, gostei da ideia. Será meu próximo livro de cabeceira.



    Beijos
    www.eudieto.com

    ResponderExcluir
  29. Eu ando com problemas pra começar uma leitura! Até nos blogs eu me forço a ler, trauma de quando ficava esperando minha filha no curso e devorava varios livros. Mas concordo com todos os tópicos que vc mencionou e ainda digo, como é que não nos damos conta disso né?

    ResponderExcluir