14 julho 2014

Como se comportar no nutricionista

postado por Cottage Regressiva

Me enviaram essa pergunta e, talvez, eu possa responder de acordo com minhas inúmeras experiências. Passei por diversos profissionais e muitos foram de grande valor, pois você acaba aprendendo muitos conceitos novos e importantes para o seu dia-a-dia. Então, se eu pudesse ajudar de alguma forma, eu diria que esses são pontos que vejo como cruciais para que seu comprometimento exista.

Seja sincero com o profissional. Muito importante você responder claramente sobre a sua rotina, sobre o que costuma consumir de verdade no dia-a-dia (inclusive os alimentos não-saudáveis) e em quais quantidades. Importante também é deixar claro sobre o que espera - e aqui me refiro a resultados e a quanto você pode investir em produtos específicos. Os resultados vão ser analisados em conjunto, pois nem sempre temos algo saudável como meta. Mas ter que aderir a uma gama de novos produtos se você NÃO tem um orçamento tão elástico para investir, pode ser frustrante. Seja honesto desde o início, tente estreitar a sua realidade com a realidade que será expressa no papel pelo profissional! Claro que sempre haverá novos alimentos ou dicas que precisará de um esforço da sua parte para serem inclusos na dieta ou substituídos, mas você deve estar consciente de que terá condições de consumí-los dali por diante, principalmente, se você considerar que a reeducação alimentar é um processo que irá levar para a vida inteira.

Não fuja das consultas agendadas. Dia de retorno é dia de retorno. Nada de ficar adiando, adiando, adiando. Você pode estar mentindo para você mesmo. Pense que o início é sempre momento de fazer adaptações, de você confessar quais pontos foram fáceis, difíceis ou impossíveis de serem seguidos. Tenho entendido que eliminar pouco peso ao mês, deixou de ser sinônimo de fracasso, para ser sinônimo de um organismo trabalhando de forma saudável rumo a resultados duradouros. Encarar a balança, a fita métrica e o adipômetro faz com que você tenha a noção exata de como seu corpo está evoluindo.

Estude seu plano alimentar. Tenho aprendido que dieta boa, é dieta amassada, rasbicada, que anda pra lá e pra cá na bolsa, onde quer que você vá. Eu precisei tirar um tempo pra aprender as novas medidas, para entender sobre a utilização de alimentos novos, para me familiarizar com as novas opções de lanches e até mesmo para comprar e organizá-los dentro de casa.

Registre suas dúvidas e pergunte. Hoje em dia, muitos profissionais se colocam disponíveis para troca de emails com seus pacientes. Isso facilita pequenos ajustes até a data da próxima consulta. Não tem fácil acesso ao seu profissional? Anote tudo em um caderninho e leve para o próximo encontro. O que não vale é deixar de perguntar detalhes importantes por esquecimento ou timidez e deixar passar a oportunidade de ajustar sua dieta.


5 comentários:

  1. adoro a minha nutri!
    ela e bem atenciosa e ainda mais sempre me ajuda com todas as duvidas que eu tenho!
    ainda mais agora com a cirurgia preciso sempre dela!!!
    ela que vai me acompanhar! e não abro mão! isso ajuda muito viu!
    adorei o post
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Nunca tive muita sorte om nutricionista. Nenhum deles escutou qual a necessidade e nenhum entendeu minhas condições financeiras.

    ResponderExcluir
  3. Já tentei em ir ao nutricionista...Mas meu plano no cobre e a consulta era 200 reais,então tive que pesquisar MUITO na internet sobre nosso corpo,sobre os alimentos e como eles agem dentro de nós...
    Mas oq vc falou no primeiro item ''seja sincero com o profissional'' com certeza essa é uma questão muito importante,se não for sincero e falar realmente a verdade ele não vai poder te ajudar,só vai estar perdendo dinheiro,tempo e se frustrando.

    ResponderExcluir
  4. Perfeito! Adorei o post. Muitas beijocas linda...

    ResponderExcluir
  5. Gostei de ler :)
    Nunca fui a nutricionistas... Mas acho que é um bocado natural tentar "escapar" ou esconder, o que é mesmo inútil porque estamos a pagar para nos enganarmos a nós mesmos. Não vale a pena mentir, e já ouvi qlguns relatos de omissões propositadas a nutricionistas. Para quê? Deve ser frustrante oara um nutricionista. Já imaginaste dar um plano a alguém, tsaudável e bom para emagrecer, e depois essa pessoa chegar lá sem perder peso e dizer "tá a ver, o seu plano engorda!" Ou "eu bem disse, o meu metabolismo é lento e o seu plano é comida demais" quando provavelmente houve petisquinhos fora das refeições e algumas coisas fora do plano - porque acho que muitos não têm capacidade de comer o que está prescrito, comem de forma impulsiva e depois não dá para cumprir. É isso que faz com que a desculpa do "nutricionistas mandam comer imenso, fui la e mandou-me comer mais do que já comia, só balelas!". Deve ser tãão chato.
    As dicas estão mesmo no ponto :)

    ResponderExcluir