12 agosto 2015

Confundir contemplar com realizar

postado por Cottage Regressiva

Pinterest 

"Quando você conversa com um familiar ou com amigos sobre o que deseja, é possível que também esteja confundindo essa conversa com o verdadeiro trabalho de mudança". P. 63 - A aventura de viver seus sonhos - M.J.Ryan 

Quanto tempo aqui no blog esmiuçando diversos assuntos sobre emagrecimento ou esboçando minuciosamente algum novo projeto ou investindo em alguma nova possibilidade. Tudo isso me fez pensar que eu estava tratando o meu emagrecimento como prioridade máxima, mas não estava. No primeiro sinal de desconforto, lá estava eu abandonando tudo, me dividindo entre sentimentos vitimistas e raivosos, voltando "correndo" para a zona de conforto.  

Foco é saber dizer não e esse NÃO é para você mesmo toda vez que tentar desistir. O primeiro passo para qualquer transformação, inevitavelmente, será uma mudança. Grande ou pequena causará certo impacto na sua rotina e você deve estar preparado para ela. Uma vez eu disse que todos aqueles que brigam com a balança devem ter um Q de rebeldia, pois não costumam gostar de seguir regras, mas a verdade é que não estamos dispostos a largar nada do que nos é confortável. Só vamos buscar uma mudança verdadeira - e suportar esse tranco do que nos é novo - quando nossas perdas em estarmos em determinada situação forem muito maiores do que nossos ganhos. Todos temos ganhos quando mantemos um comportamento ou outro, mesmo que ele seja destrutivo.

Arrumar emprego, por exemplo, é uma barra. Você joga seu currículo para o mundo, aguarda ser selecionado, parte para o julgamento das entrevistas, é escolhido ou rejeitado. Acaba sendo mais fácil ficar escondido em casa diante da televisão comendo porcarias, sem se preocupar com nada, protelando essa busca. Você só vai de fato atrás de uma mudança quando estiver pior ouvir insultos diários de alguém que o sustenta ou precisar de uma consulta emergencial e não conseguir por não ter o dinheiro. Com o emagrecimento é o mesmo. Enquanto estiver com a saúde em dia, enquanto achar o jeans 56 nas prateleiras, enquanto for mais agradável se anestesiar com comida do que partir para o ataque, a balança vai subindo sem a gente ver...

Repito, antes de iniciar qualquer projeto, você deve estar preparado para passar por algum tipo de desconforto. Pessoas que querem realizar algo precisam estar verdadeiramente focadas. Precisam, antes de começar, se preparar para dias bons e dias ruins. Precisam aguentar o calor e a chuva nas costas. Precisam acreditar que são capazes e que seus objetivos são nobres. Não há mudança possível sem tirar algo do lugar. E lembre-se: todo o tempo que estiver falando sobre, escrevendo sobre, lendo sobre, comprando um caderninho novo para iniciar algo amanhã, indo à terapia para discutir exaustivamente a questão, é apenas o momento de reunir conhecimento ou seja ainda NÃO é a ação necessária. Você está apenas virando um expert sobre o assunto sem jamais tê-lo realizado na prática. Apenas quando iniciar algo concretamente, é que estará indo rumo ao seu objetivo. Eu não quero mais perder tempo e você?


7 comentários:

  1. Não. Não pretendo mais perder tempo algum. Ação hoje e pra já. Já abandonei tantas vezes, mas o mais difícil não é começar... é seguir. Quando temos 30 quilos que precisamos eliminar, 500g em uma semana parece relativamente pouco. Mas se estipularmos uma meta (de 10 em 10 kg) o processo fica menos penoso. O ruim é pensar emagreci 4 kilos em dois meses... agora só faltam 26... é pra ficar louca não é?! Devagar e sempre. Fazer e deixar de contemplar. Esse é o nosso desafio. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  2. Tô contigo amiga, nada de perdermos tempo, o caminho é longo mas vamos em frente!! Força!!! Beijão!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Perfeito! não é fácil e é preciso ter foco. Se não, não rola!

    bjusss

    ResponderExcluir
  4. Ai, Rachel, que tapa na cara haha! :(

    Está certíssima, é tão minha cara isso - esse último parágrafo, então... É aquela velha história de achar que está fazendo muita coisa porque fez sua matrícula na academia ou encheu a geladeira de alimentos saudáveis quando tudo o que você fez foi gastar dinheiro.


    CHEGA, passou da hora de sair da teoria e partir pra prática! #vamoquevamo o/


    Beijos! :*

    ResponderExcluir
  5. Olha, isso é bem verdade hein?

    Aprendi isso na terapia. Minha terapeuta é um amor. Abriu meus olhos.

    Eu nunca percebia a zona de conforto que eu estava comendo compulsavmente. Mas o que Dra Ana Perdigão sempre fala é uma coisa é vc sair da sua zona de conforto e mudar outra coisa é vc se forçar a mudar. Ambas causam desconforto so que uma delas causa mais sofrimento do que mudança positiva. Sair da nossa zona de conforto não quer dizer sofrer. E eu nao sabia a diferença disso. Eu sempre saía da zona de conforto seguindo as dietas de nutri quando o que na verdade acontecia é que a gente sempre sofre com a alimentação. Demorou anos pra entender isso pq antes eu nao tinha a noção do quão ruim é vc seguir o que os outros te mandam comer.

    ResponderExcluir
  6. Pior que é a cabeça! Rssss

    Vc sabia que tem estudos que dizem que a chance do obeso com tratamentos tradicionais emagrecerem e manterem o peso é de 1%????? Um por cento. Olha só. Já ouvi casos de gente que fez 2 bariátricas e não emagreceu o.O

    Vc sabia que 70% do processo de emagrecimento definitivo, a responsável é a nossa cabeça? Não a dieta. Os tratamentos tradicionais são furada. Se fosse bom todo mundo tava Olivia Palito hehehe

    Tenta uma abordagem diferente!

    ResponderExcluir
  7. Eu penso da mesma forma. Teoria sem prática não gera resultados. No entanto, todo este tempo que gastamos aprendendo a teoria não foi disperdicado. Afinal, so fomos capazes de chegar a esta conclusão porque experimentamos este caminho. Sucesso pra você seja qual for o método! Beijos Carla Pancha

    ResponderExcluir