13 fevereiro 2016

Julgamento/Comparação

postado por Cottage Regressiva

Outro dia coloquei uma única azeitona azapa no prato (uma daquelas pretas grandonas) e uma amiga logo falou: Você pegou essa azeitona por quê? Tem tanto sódio. Eu juro que pelo seu tom achei que todo o restaurante estivesse olhando para a minha cara. Nesse dia eu almocei duas panquecas sem glúten recheadas de carne com cenoura + saladona (alface verde, alface roxa, cenoura ralada, beterraba ralada, cebolinhas vinagrete, tomate cereja e a tal azeitona. Eu, definitivamente, não tenho como considerá-la um pecado. Pecado eu estaria cometendo se fosse a pessoa de antigamente que comia panqueca de farinha de trigo com muito arroz, farofa, feijão e nada de verde. Não estou aqui também incentivando você a comer isso ou aquilo, apenas descrevendo um episódio da minha vida. Por isso eu acho importante a gente viver se comparando com nós mesmos ao longo de qualquer processo de mudança.

Sua casa pode ser considerada uma bagunça por alguns, mas comparada à casa que vivia anteriormente pode ter melhorado 80%! Seu carro pode ser considerado velho por um amigo, mas para você pode ser melhor do que o anterior com ruído no motor e sem ar condicionado. E assim é na alimentação e nesse processo de mudança do corpo com o emagrecimento. Para uns pode conter itens que sejam um grande crime, para você pode representar a conquista de uma forma muito mais saudável de estar se alimentando.

Esse lance de comparação e julgamento está tomando uma proporção desastrosa. Ouço tudo com paciência, pois tem vezes que uma opinião diferente faz todo sentido, mas na maioria tem sido um blá-blá-blá tão desnecessário e, geralmente, de quem não lhe conhece. Eu já cheguei a um ponto que odeio nutricionistas, mas vou obrigada pelo meu cardio para acompanhar a evolução do emagrecimento e sou o máximo sincera da hora que entro a hora que saio. Qualquer devaneio prescrito eu questiono até ser adaptado à minha realidade. Os profissionais sim tem material para julgamento da Rachel de ontem para a Rachel de hoje... O resto é o resto, do contrário tudo pode ser um passo para a desmotivação mesmo tudo tendendo a apontar para o sucesso como os exames de rotina, por exemplo... 


7 comentários:

  1. Antes eram todos técnicos de futebol, hoje em dia todos são nutricionistas, formados pelas reportagens patrocinadas pela indústria alimentícia. Vc está super certa, isso enche o saco. Quem melhor sabe o que é bom pra nós, somos nós mesmos que ouvimos e conhecemos nosso próprio corpo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha Bem isso, viu!!! Vc resumiu tudo em poucas palavras...

      Excluir
  2. Particularmente: não tenho a menor paciência e não dou nem um pingo de trela a "fiscal de prato". Também: não tenho obrigação de me justificar para ninguém, muito menos meus hábitos alimentares. E nem mesmo gosto de usar palavras como "crime" ou "pecado" para me referir à comida. É só comida! O que pode gerar qualquer problema é como você se relaciona com ela.

    :* Rachel!

    ResponderExcluir
  3. "Ser nutricionista é tão bom que todo mundo acha que é" ... rsrs Rachel entendo completamente , tenho uns amigos que ficam dando pitaco na minha alimentação e quer saber o que é bom absorvo o que não é tô ignorando. Ta ficando chato já. Vamos firme beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Antes de mais nada...se vc comer as azeitonas Portuguesas. Direto das Oliveiras...vc iria ficar doida! E o azeite? Natural/Virgem Mermoooo
    Sei muito bem o que é isso...
    Hoje,todo mundo quer dá pitaco na alimentação dos outros,affe
    Imagine ser vegetariana em Portugal?
    Aí passei a comer carne (se arrependimento matasse...)
    Comer certinho...é algo praticamente ofensivo! Fazer exercícios,então...
    E assim caminha a humanidade...

    ResponderExcluir
  5. Aff! Por isso que quando me perguntam se estou de dieta eu falo que não. Se vc diz que está todo mundo se acha na obrigação de ficar tomando conta do que vc come. Acho isso um saco. E ultimamente não tenho tido muita paciência, a TPM tem ajudado, mando logo pra um lugar bem longe. É, eu sei, estou mal educada. rsrsrs!
    Bjo

    ResponderExcluir
  6. eu fico impressionada porque cuidar da minha própria alimentação me toma um tempo tão grande que me falta até tempo para outras áreas da MINHA vida, como pode as pessoas conseguirem tempo para cuidar da sua e da dos outros?

    minha nutricionista atende também no RJ e é uma pessoa muito fofa, super pró-comida de verdade e mudanças nos nossos modos de vida para melhora da saúde, se quiser tentar uma pessoa diferente (já que és obrigada rs), o instagram dela é @nutrinandamuller

    ResponderExcluir