12 junho 2016

Comprinhas, recuperação e projetos

postado por Cottage Regressiva


Não tenho o hábito de comprar Natura, mas para que servem as amostrinhas que vem nas revistas senão para nos viciar em produtos que nem desconfiávamos da existência? APAIXONADA por esse hidratante. Ele é mega cheiroso e o que é melhor, não fica melado, grudento. A pele? De pêssego, mas com cheiro de danoninho (bem isso). Acabei comprando um corretivo, uma base e um iluminador, em um daqueles momentos "já que"... Ando mais ligada nesses produtos de pele. O rosto já tenho uma rotina - que orgulho! Eis o exemplo de que tudo pode ser mudado.

Tive chikungunya dia 13 de maio e no dia 04 de junho voltei ao pronto atendimento reclamando das dores insuportáveis. O médico era o mesmo da primeira vez (sorte) e ao perguntá-lo se lembrava de mim, ele mandou: Claro que sim, é a menina chikunguuuunya. Estamos rindo até hoje com isso. Me deu uma injeção milagrosa e eu estou até hoje (12 de junho) sem dor. Próximo passo é reumatologista dia 16 desse mês. Já quero ir pra academia, mas não sei se o médico irá autorizar, será? 

Ano que vem troco de bairro e volto pra "casa", volto pro meu mundo, que às vezes penso que é de onde jamais deveria ter saído. Mas aí reflito: o que seria de nós sem as experiências? É exatamente em meio a estranheza que a gente consegue ir se enxergando verdadeiramente e crescendo, não é mesmo? É no bairro diferente que exala nossa essência, que vemos com clareza aquilo que gostamos e aquilo que jamais aceitaremos. Estamos em obra e isso demora, gasta, cansa, mas o final será recompensador... Aliás, eu já disse que vou sentir falta desse apartamento aqui? Vou. Ele sim foi bem importante na decisão final. Grande, o tornei fofo e aconchegante... Pagaríamos uma pequena fortuna em algo assim onde eu morava antes e como tínhamos a sensação de que pagar aluguel era jogar dinheiro fora, preferimos decidir com o pé no chão para economizar para projetos futuros. Deu certo. 


0 comentários:

Postar um comentário