28 junho 2016

Gastando muito tempo com comida

postado por Cottage Regressiva



Quem tem um distúrbio alimentar gasta muito tempo do seu dia envolvido com isso, portanto, quando começa um tratamento, precisa preencher essas lacunas o quanto antes. O organismo não entende essa nova fase e a cabeça - mesmo motivada - menos ainda. A estranheza chega e, se você permitir, o vício o domina. É a recaída, que até faz parte do processo, mas que te desanima.

Familiares e amigos que não tem nada a acrescentar nesse processo devem ser deixados de lado temporariamente. Um pitaco mal dado pode significar uma bad dura de sair. Outros, do tipo encorajadores, devem ser pegos como aliados. Entenda que depois de tantas tentativas, é absolutamente natural que muitos se mostrem desacreditados da sua pessoa, mas isso não tem nada a ver com eles e sim com você. A força a qual necessita é totalmente sua mesmo. 

Alguns autores dizem que o compulsivo tem por trás um frustrado, outros falam do perfil "engolidor" de sapo. O frustrado não se conforma com o rumo diferente que a vida tomou e acha que nenhuma outra porta o levará aos sonhos. Ele é um controlador nato e, ao menor sinal de que seus planos saíram dos trilhos, reage negativamente, não vê outras alternativas. O engolidor de sapo, mesmo em desconforto, atende a necessidade alheia  - e pode atendê-la mesmo antes das suas próprias, se é que dá ouvidos ou mesmo sabe que necessidades são essas. Ele não reage, não esboça sua opinião e se por ventura se arrisca nesse campo, se encolhe de culpa tempo demais afinal pensa: o que será que estão pensando de mim? Muitos dos traços que se encontram nessas posturas podem ter vindo da infância. 

Esquecer o passado talvez seja um fator preponderante tendo como foco o que tem a agradecer no presente e o que tem de meta para o futuro. A recuperação é degrau por degrau e não se pode subir mais de um ao mesmo tempo. Cada um com suas dores e experiências, mas são muitos que buscam ajuda dentro de si mesmo e ficam curados. Eles aceitam o que são e sabem que podem construir através de suas escolhas o futuro que deseja. 


2 comentários:

  1. Oi Rachel,
    Este "o que será que estão pensando de mim?" é um dos meus focos principais de trabalho.
    Largar o medo do julgamento leva tempo, tem altos e baixos, mas a gente chega lá!
    Um ótimo dia!

    ResponderExcluir
  2. aiaiaii, acho que tenho um tanto de engolidor de sapo e compulsivo. Não sei o que fazer..sinceramente.

    Bjo

    Bruna

    ResponderExcluir