26 junho 2016

Oh, my!!!

postado por Cottage Regressiva



Estou com umas espinhas no rosto e é meio chato já que geralmente não tenho nada. Meu bb cream da Loreal tinha acabado e eu estava utilizando a base pesada da MAC para fazer o mercado. Um luxo tão desnecessário quanto comprar lentilhas - sim acabei de voltar das compras e não entendo mais o valor de certas mercadorias. Lentilha ontem custava 4 reais e jogávamos para cima na beira do mar para atrair prosperidade. Agora, loucamente, custando 13? Colocar dentro do carrinho virou a própria constatação da prosperidade... Nessa, de preguiça de descer e ir até a farmácia, acabei comprando no site da Natura junto com o hidratante de pimenta rosa (já falei disso em outro post) uma base baratinha para usar no dia a dia. Temo que seja isso. Nunca usei make Natura, pode ter algo meio incompatível, sei lá. Minha alimentação também está diferente, tenho tomado uns medicamentos novos para dor, então, penso que meu corpo possa estar expelindo os excessos, as toxinas, as substâncias estranhas, tudo ao mesmo tempo... Eu já disse que a melhor compra que fiz foi da maquininha para lavar o rosto? Então vou acrescentar os 3 passos da Clinique e tá pronta a mágica - e que eu tinha parado de usar por conta do frio excessivo. Passava lencinho umedecido, banho quente de chuveiro, adstringente e cama. Não liguei a escova esses dias. Será esse outro fator? 

Mudando de assunto, não sou de comprar nada patenteado por artistas, mas acabei gostando de duas bolsas no site OHMYBAG! e quando percebi tinham o nome da Adriane Galisteu. Comprei, e provavelmente vou usar sempre virada ao contrário, mas a verdade é que são lindas. Lindas e achei de ótima qualidade. Fica a dica das bolsas e do site que também foi outra novidade para mim. Ah, prestem bastante atenção nas fotos, pois eu vi tantas opções que no final escolhi uma bolsa toda aberta por dentro para andar no nosso querido Rio de Janeiro (com estado de calamidade pública decretado), mas vai que nem o ladrão percebe (como eu também não percebi na hora da compra) e me dá uma brechinha. Oremos. 

Esses últimos dias tenho me sentido um ato cômico ambulante. Mas, ao contrário do que aconteceu com Miranda*, não estou embalada por bebidas e, sim, por sair de uma doença que te faz olhar a vida e dizer: "se preocupar com isso para quê"? Vamos viver.

Linda semana!




* Sex and the City


0 comentários:

Postar um comentário